domingo, 17 de outubro de 2021

Açailândia e região recebem Programa Brasil mais, do Sebrae

Publicado em 9 de julho de 2021, às 15:19
Sebrae continua com inscrições abertas para o Ciclo II do programa até o dia 10 de julho; iniciativa visa contribuir para elevar a produtividade e competitividade empresarial
Fonte: Assessoria de Comunicação do Sebrae-MA
Foto / divulgação: O empresário Antônio Carlos de Aguiar ressalta que participou do programa para consolidar a empresa, melhorar o desempenho e crescer

“Nossa motivação em participar do programa foi vontade de crescer e expandir. Começamos a implementação de métricas e padronização das operações que antes não tínhamos. Com essas mudanças, conseguimos resultados animadores”, destaca o empresário Antônio Carlos de Aguiar, proprietário da empresa Rei das Baterias, em Açailândia.

O empresário foi um dos integrantes do primeiro ciclo do programa Brasil Mais na região de Açailândia que perceberam diferenciais em sua empresa com a adoção de melhorias de baixo custo e alto impacto. Hoje ele colhe resultados satisfatórios após acompanhamento contínuo e atendimento especializado, por meio de consultorias.  

O programa Brasil Mais é uma iniciativa da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (SEPEC), do Ministério da Economia, executada em parceria com o Sebrae, Senai e ABDI. O programa visa a apoiar os pequenos negócios na retomada pós pandemia, fomentar a inovação e ainda promover a competitividade das micro e pequenas empresas. 

As inscrições para o segundo ciclo se encerram no dia 10 de julho e podem ser feitas pelo link bit.ly/3gusjoJ.

O Brasil Mais contempla ações em dois eixos: melhores práticas produtivas, disponível para a indústria, e melhores práticas gerenciais, voltado para as micro e pequenas empresas de todos os demais setores.

A analista do Sebrae Maranhão e coordenadora estadual do Brasil Mais, Luciana Caldas Barreto, explica que o programa tem gerado alternativas de melhoria da produtividade, em boas práticas para redução de custos ou aumento na lucratividade, assim como apoio da presença digital, promoção da inovação e acesso à tecnologia, entre outros resultados positivos.

“As empresas participantes estão tendo a oportunidade de identificar problemas que impactam a competitividade, produtividade, o posicionamento estratégico e a lucratividade dos negócios e, com o auxílio dos agentes de inovação (ALIs), os empreendimentos são estimulados a encontrar as soluções adequadas para cada caso”, destaca Luciana.

EXEMPLO – Há três anos no mercado, a Rei das Baterias vende produtos automotivos. Durante esse tempo, o empresário buscava a expansão da sua empresa de maneira padronizada. Ele viu que estavam disputando mercado com empresas de 20 e 30 anos e que o crescimento não era de maneira organizada. Quando aderiu ao Brasil Mais, o empresário focou na busca de melhoria em três pilares: a consolidação da empresa no mercado de Açailândia, o crescimento – que veio praticamente do zero –  e o desempenho.

“No processo de reorganização da empresa, implementamos a divisão explícita do trabalho de cada colaborador, que antes não tínhamos. Vimos que faltava capacitação da equipe em várias de nossas atividades. Implementamos indicadores de produção e de finanças, nosso maior desafio. Decidimos por acompanhar e monitorar os resultados da empresa diariamente no final do dia”, conta ele.

As mudanças pontuais têm feito a diferença na empresa de Antônio Carlos, como relata o próprio empresário. “Com a adoção desses novos processos, conseguimos resultados muito animadores, como o aumento no faturamento em 29,30% em maio, comparado com o do mês de abril e um aumento em 25,97% da lucratividade no mesmo período. Já em junho, comparado com maio, o aumento foi de 28,34% na lucratividade”.

Todas essas inovações, ressalta Antônio Carlos, trouxeram melhorias e clareza para futuras tomadas de decisão dentro da empresa. “O programa trouxe uma série de melhorias nos processos e organização dos nossos indicadores. A maior, destaco, foi a mudança na nossa cultura de melhorias, antes eram pouquíssimas e pontuais, depois do programa, as melhorias se tornaram contínuas e engajada por todos da equipe”, comemora o empresário

COMO PARTICIPAR – Para ser atendida pelo Sebrae, ao se cadastrar no programa pelo link bit.ly/3gusjoJ, a empresa escolhe o eixo Práticas Gerenciais e responde a um questionário de autodiagnóstico para avaliar o grau de maturidade de produção ou gestão. Feito o cadastro e o diagnóstico, elas serão direcionadas para o atendimento do Sebrae, por meio de Agentes Locais de Inovação, que passa a acompanhar a empresa por um período de tempo de quatro meses.

Além disso, os empreendimentos passam a ter acesso gratuito, via site do Brasil Mais, a diversos conteúdos digitais como manuais de melhores práticas produtivas e gerenciais, e-books, podcasts, links para cursos de capacitação, ferramentas de autodiagnóstico para avaliação de maturidade das empresas relacionadas às práticas produtivas, gerenciais e digitais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: