domingo, 17 de outubro de 2021

Julho Verde: campanha alerta para prevenção ao câncer de cabeça e pescoço

Publicado em 3 de julho de 2021, às 9:35
Em 2020, foram registrados pelo SUS 55 pacientes com câncer nessas áreas em Imperatriz.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Oncoradium

Com o objetivo de promover atividades de conscientização e informação para prevenir o câncer de cabeça e pescoço, foi criada a campanha Julho Verde no calendário da saúde. Vale ressaltar que os tumores de cabeça e pescoço são uma denominação genérica do câncer que se localiza em regiões como boca, gengiva, língua, laringe e tireoide. Em 2020, o Centro de Especialidades Médicas dos Três Poderes registrou 55 pacientes com câncer nas áreas de cabeça e pescoço em Imperatriz.

“Trata-se de uma campanha nacional de conscientização e prevenção do câncer de cabeça e pescoço.  Uma oportunidade de trazer ao conhecimento da população os sinais e sintomas do câncer de cabeça e pescoço para o diagnóstico precoce e prevenção. O paciente tendo um diagnóstico precoce, aumenta sua chance de cura”, destaca o cirurgião de cabeça e pescoço da Rede Onco, Dr. Marcelo Ericeira.

Segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o Brasil deve registrar cerca de 41 mil novos casos de câncer de cabeça e pescoço a cada ano. Nas mulheres, o câncer de tireoide é o mais comum e deve registrar 12 mil novos casos. Já entre os homens, o tumor mais frequente é o de boca, que deve registrar cerca de 11 mil novos casos.

“Os casos são mais frequentes em homens na faixa etária dos 60 anos de idade. Porém é o quinto tipo de câncer mais comum entre as mulheres. O principal causador do câncer de cabeça e pescoço é o tabagismo e o consumo de bebida alcoólica em excesso. Recentemente foi visto que o vírus HPV (papilomavírus humano) transmitido principalmente pelas relações sexuais é um importante causador do câncer de orofaringe. Por isso, a importância da vacinação contra o HPV”, alerta o cirurgião.

Ainda segundo o médico, as pessoas devem ficar atentas aos principais sintomas da doença, que são: rouquidão por mais de três semanas, nódulo (caroço) no pescoço que não some e lesões na boca (vermelhas ou brancas) que não cicatrizam ou sangrantes. “Se algum desses sintomas não desaparecer no prazo de três semanas, a pessoa deve procurar um médico. É um tipo de câncer que tem cura e as chances são maiores se a doença for detectada no início”, afirma Dr. Marcelo Ericeira. O tratamento para câncer de cabeça e pescoço é multidisciplinar e envolve diversos profissionais. Além disso, dependendo da situação do paciente, o tratamento é feito com intervenções cirúrgicas, sessões de radioterapia e quimioterapia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: