sexta-feira, 7 de junho de 2024

IMPERATRIZ RECEBE EXIBIÇÕES DO DOCUMENTÁRIO MARANHENSE “MAR DE LIXO”, NA SEMANA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

Publicado em 7 de junho de 2024, às 8:36
Fonte: Assessoria de Comunicação do Filme “Mar de Lixo”
Imagem: Divulgação.

O filme fica em cartaz de 06 a 13 de maio no Cinesystem do Imperial Shopping

O documentário “Mar de Lixo” será exibido em sessões especiais em Imperatriz, no Cinesystem do Imperial Shopping. A programação que ocorre na semana mundial do meio ambiente marca a estreia estadual do filme dirigido por Taciano Brito, cineasta que acumula trabalhos voltados para temáticas sociais e ambientais. Ao todo, serão realizadas oito sessões em Imperatriz entre os dias 06 e 13 de junho, com início sempre às 19h30. Os ingressos estarão disponíveis no site do CineSytem ou na bilheteria do cinema.

O lançamento do filme será feito simultaneamente em São Luís e Imperatriz. Na cidade tocantina, todas as noites terão ingressos vendidos pelo valor de meia-entrada. Além disso, escolas da rede pública interessadas em exibições especiais para os estudantes poderão firmar parceria para sessões exclusivas no turno da manhã com ingressos vendidos por um valor social ainda mais barato.

Pré-lançado em 2022, o filme “Mar de Lixo” é um documentário inteiramente maranhense produzido pela KatuFilm. A produção do longa-metragem começou no ano de 2015 e passou por diversas localidades do Maranhão em busca de evidenciar o contraste entre a riqueza natural do estado e os desafios enfrentados por ela com o crescimento da produção de lixo.

Segundo a produtora executiva Carolina Jordão, “o filme é um grito de alerta sobre a urgência de medidas efetivas para combater a poluição marinha e proteger os ecossistemas. Este filme é um chamado à ação. A ideia sempre foi levar essa ferramenta para a base, para os jovens, para as escolas, para possibilitar transformação, reflexão, fazer com que a nova geração reflita sobre o impacto de suas ações no planeta, para que seja mais consciente, capaz de minimizar os danos e até tentar contornar o caos que a gente vem vivendo”.

Premiações em festivais – O documentário foi reconhecido por suas diferentes qualidades em premiações nacionais e internacionais. Em 2023, a produção venceu a categoria de “Melhor Filme” pelo júri técnico; além de levar as estatuetas de “Melhor montagem” e “Melhor desenho de som”.

“Mar de Lixo” também ganhou o 31º EcoCine Film Festival, evento internacional de cinema ambiental e direitos humanos, no qual concorrem filmes de diversos países do mundo.

Além desses reconhecimentos, o filme maranhense também foi selecionado pela Mostra Sesc de Cinema e ganhou o prêmio Lixo Zero Brasil 2023 na categoria Audiovisual.

Sobre o cineasta Taciano Brito – Taciano Brito é um cineasta maranhense com uma carreira marcada por obras que exploram temas sociais e ambientais. Com um trabalho reconhecido pela profundidade com que aborda questões contemporâneas, sempre busca provocar a reflexão e a mudança.

Diretor, fotógrafo, jornalista e produtor cultural, Taciano Brito é natural de São Luís e trabalha em diversas áreas culturais.

Acumula em seu currículo trabalhos para grandes instituições, como UNICEF, ICMBio, Red Bull, Greenpeace, FUNBIO, SEBRAE e muitas outras. Já realizou 5 exposições fotográficas, incluindo a “Guardiões da Vida” para a Semana de Direitos Humanos.

No cinema, estreou em 2016 com o curta-metragem de ficção “Carnavalha”, dirigido por Áurea Maranhão e Ramusyo Brasil, no qual fez a direção de fotografia e assistência de direção.

Seu primeiro filme como diretor foi o premiado documentário “Marina”, onde assina como diretor, roteirista, diretor de fotografia, produtor e montador. O filme percorreu vários festivais mundo afora e recebeu prêmios como os de melhor montagem, melhor documentário pelo júri técnico e melhor filme maranhense pelo júri popular, no 41° Festival Guarnicê de Cinema, de 2018, e foi finalista no Owercome Film Festival nos EUA.

Fez a direção de fotografia de mais dois filmes de Áurea Maranhão, que no momento estão em fase de pós-produção: “Chá da Tarde” e “Mala Preta”, que serão lançados ainda em 2024. Dirigiu também o curta-metragem “Alerta Vermelho”, lançado em 2021, ao lado do cineasta Ramusyo Brasil.

Em 2022, lançou seu primeiro livro fotográfico, “Ritos Tenetehar: A cultura ancestral de um povo”.

Atualmente, dirige os longas-metragens: “Araribóia – A História não contada”; “Adelino Nascimento – O cantor apaixonado do povão”; “Itaqui – A saga de um porto”; e “Academia Musical Bar de Léo”; todos em fase de desenvolvimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Nós, do site Região Tocantina, queremos desejar, a todos os nossos leitoras e nossas leitoras, um FELIZ NATAL, repleto de fé, alegria, paz, saúde e felicidade.

E que as comemorações possam realçar nossos melhores e duradouros sentimentos.

FELIZ NATAL!

Publicidade