sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Produtores da região Centro-sul do Maranhão recebem capacitação sobre gestão rural

Publicado em 31 de janeiro de 2024, às 8:16
Fonte: Assessoria de Comunicação do Sebrae. Reportagem: Jordana Fonseca
Os alunos que concluíram o NCR saem do curso com um plano de gestão pronto para a implementação. Imagem: Sebrae divulgação.

Os alunos do curso Negócio Certo Rural receberam os certificados em Barra do Corda e Grajaú

Cerca de 50 produtores participaram das turmas do curso Negócio Certo Rural (NCR). A entrega dos certificados aconteceu no último final de semana nas localidades Jenipapo do Domingão, zona rural de Barra do Corda e nas Aldeias Bacurizinho e Japão, em Grajaú.

A formação contempla a gestão integral da propriedade. Durante o curso os produtores realizam um diagnóstico da propriedade por meio do qual é verificado o que já é produzido, a estrutura existente e novas possibilidades para implementação de novos cultivos ou criações.

O gerente da Unidade de Negócio do Sebrae em Grajaú, André Veras, explica que a demanda por essa capacitação veio da comunidade. “Percebemos o interesse local e é nosso papel ajudar no desenvolvimento do nosso território. Esse trabalho junto aos produtores visa dar ferramentas para que eles possam gerir melhor suas propriedades. O que aumenta a oferta local de produtores e acesso ao mercado”, ressalta Veras.

Em Grajaú, as turmas foram formadas exclusivamente por indígenas. Imagem: Divulgação Sebrae

Empreendedorismo indígena – O desenvolvimento territorial é uma das frentes de trabalho do Sebrae. Para tanto, a instituição abraça cada vez mais trabalhos para especificidades dos territórios. O trabalho com a população indígena tem recebido atenção de projetos que promovem a união de empreendedorismo e resgate cultural.

Para se ter uma ideia do cenário local, de acordo com IBGE (2022), entre os dez municípios com maior presença indígena no Maranhão, destacam-se Amarante do Maranhão, com 8.201 indígenas, seguido por Grajaú, com 7.927, Jenipapo dos Vieiras, com 7.880, e Barra do Corda, com 5.552.

Com as turmas do NCR, busca-se principalmente capacitar esses empreendedores para produzirem para suprir as necessidades das suas comunidades. “Nossa ideia é que o pessoal possa consumir dos nossos parentes e não comprar tudo fora. Queremos também resgatar alguns cultivos que são próprios da nossa cultura”, reforça Arão Guajajara, liderança local.

Uma das alunas do curso, Jorneusa Guajajara, conta que com o curso percebeu as possibilidades de trabalhar com a produção de galinha. “Foi muito bom. A gente aprendeu muita coisa. Não sabia como pensar a criação como negócio. Agora queremos colocar na prática o que aprendemos aqui”, relata a jovem.

Fortalecimento de parcerias – Os cursos realizados em Barra do Corda e Grajaú contaram com a parceria da Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Faema/Senar), que ficou responsável pelos instrutores. E contou com o apoio dos sindicatos de produtores das cidades e das prefeituras municipais.

“Nosso trabalho aqui é levar conhecimento para essas localidades. A parceria com o Sebrae, os sindicatos e o poder municipal é muito importante. Só por meio desse conhecimento podemos saber como melhor aproveitar a terra e tirar o seu sustento. Temos aqui a possibilidade de trabalhar com uma alimentação alternativa e saudável”, destaca Raimundo Coelho, presidente da Faema/Senar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Nós, do site Região Tocantina, queremos desejar, a todos os nossos leitoras e nossas leitoras, um FELIZ NATAL, repleto de fé, alegria, paz, saúde e felicidade.

E que as comemorações possam realçar nossos melhores e duradouros sentimentos.

FELIZ NATAL!

Publicidade