sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Overdose rosa: por que Barbie fez tanto sucesso?

Publicado em 20 de setembro de 2023, às 16:50
Fonte: Hyana Reis – jornalista, escritora e documentarista.
Imagem: Internet.

Independente de qualquer crítica ou opinião, um fato não pode ser negado; há muitos anos um filme não causava tanta comoção quanto Barbie. Uma onda rosa invadiu as salas de cinema, lojas, e até restaurantes, em uma espécie de delírio coletivo. Mas porque Barbie fez tanto sucesso?

Aqui não discorreremos a qualidade, ou falta dela (para quem acha), nas quase duas horas de filme, mas levantar possíveis motivos para a onda rosa.

Primeiro, acredito que a mesmice, e filmes monotemáticos, colaboraram para isso. Não me leve a mal, sou uma grande nerd, fã de Marvel, mas não podemos negar que os filmes de heróis já estão saturados, e o uso repetitivo da mesma fórmula não anima da mesma forma.

Ironicamente, a última vez que vi uma comoção tão grande nos cinemas quanto Barbie, foi justamente por um filme de herói: “Vingadores – Guerra infinita e Ultimato”. Não à toa o filme se tornou o mais assistido no mundo. Mas desde então, o público parece meio cansado dos filmes de herói, que se multiplicam tanto com novos personagens e sequências que fica difícil acompanhar.

Mas não apenas eles soam repetitivos. Ir ao cinema se tornou uma experiência de dejavú, somados aos milhares reboots, que teimam em contar histórias que já vimos e reassistimos poucos anos atrás.

Barbie trouxe algo novo e animador para o cinema. O filme, esperado há anos, que já mudou diversas vezes de protagonista e de abordagem, finalmente estrearia, protagonizado por Margot Robbie, queridinha de Hollywood. E apesar de apresentar uma história completamente nova, a nostalgia da infância foi um incentivo a mais no marketing do filme e no desejo do público em reviver a infância.

Também acredito que a pandemia e os anos de distanciamento forçado ajudaram no sucesso do filme. O último grande sucesso cinematográfico, “Vingadores”, ocorreu justamente pouco antes da quarentena. As salas de cinema ficaram vazias pelos últimos anos. Mas com o controle da COVID-19, uma aglomeração voltou a ser possível.

O marketing do filme também é digno do sucesso de Barbie, por si só. As caixas da boneca, espalhadas pelo mundo; as roupas de Margot Robbie, reproduzindo looks icônicos da Barbie; o mistério quanto ao roteiro; e o investimento pesado do estúdio tanto online quanto offline são verdadeiros cases de sucesso.

E com o sucesso e expectativa do filme aumentando, empresas queriam sua fatia de lucro em cima da boneca. Então tivemos linhas de roupa, de pratos, de bebidas, e tudo mais possível, com o tradicional rosa da Barbie. E isso ajudou ainda mais a alavancar o marketing.

Até mesmo as críticas negativas que o filme recebeu ajudaram no seu sucesso. A curiosidade quanto ao roteiro aumentou, e levou mais pessoas ao cinema. Não à toa se diz: não existe publicidade ruim, apenas publicidade.

Poderia listar ainda mais motivos para o sucesso de Barbie. Mas o certo é que, independente de críticas favoráveis ou não, o filme já entrou para história do cinema, e, tenho certeza, ocupa o hall de clássicos da sétima arte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Nós, do site Região Tocantina, queremos desejar, a todos os nossos leitoras e nossas leitoras, um FELIZ NATAL, repleto de fé, alegria, paz, saúde e felicidade.

E que as comemorações possam realçar nossos melhores e duradouros sentimentos.

FELIZ NATAL!

Publicidade