terça-feira, 26 de abril de 2022

Mural das Minas #05: ISABEL CRISTINA GALLETTI: A PALAVRA EM FORMA DE POESIA

Publicado em 19 de abril de 2022, às 19:14
Fonte: Da Redação
Imagem cedida pela autora

Isabel Cristina Galletti nasceu em Santa Teresa-ES, em 1968, em uma grande família de imigrantes italianos.
Em 1978, muda-se com a família para Imperatriz-MA.
Em 1985, mudou-se para Belém-PA, onde estudou arquitetura e onde conheceu na faculdade o pai de seus três filhos, hoje adultos.
Em 1994, volta para Imperatriz onde vive atualmente.
Trabalhou como arquiteta e empresária, mas hoje se dedica à arte de escrever, um sonho desde a adolescência.
Em 2021, publicou, pela plataforma digital Amazon, o livro de poemas “Sobre Dores e Amores”, onde, conforme a descrição da obra, a autora “aventura-se na arquitetura das palavras e as dispõe, no espaço da folha branca do papel, de forma estética.”

BROTO

Como broto que cresce
fora da estação,
renasço a cada investida
da adversidade,
recomeço,
recomeço sempre!
Como viajante do mundo,
procuro uma pátria que
me aceite como sou!
Me permito ser vista sem
muros, enfrentando a
imensidão!
Incompreendida, às vezes
divido, confundo,
me recuso.
Como broto, sou cheia de
vida, me coloco em
movimento,
mesmo fora da estação!

SOU AQUELA…

Carregada de frutos,
A árvore que te faz sombra e sacia tua fome!
Sou aquela que, no silêncio, grita verdades ao teu ouvido!
Sou aquela que carrega a lanterna e ilumina teu caminho!
Sou aquela que te visita em sonhos,
Sou teu maior desejo!
Sou aquela que cumpre promessas, dança valsa e ri contigo!
Sou aquela que desvenda os segredos do teu coração
e, agora revelada,
Sou aquela que te dá asas para voar!!

SE EU CRIASSE UM MUNDO

Se eu criasse um mundo, tudo
nele seria absurdo
Pra começar livre acesso à lua e
conversas com o mar
as estrelas cantariam comigo!

No meu mundo todos os sonhos
seriam permitidos,
e todos os amores vividos!

No meu mundo existiria beleza
e riquezas partilhadas!

Se eu criasse um mundo,
todos os amores seriam
correspondidos e ninguém teria o
coração partido!

Que absurdo!

No meu mundo não
esqueceríamos ninguém no
passado,
mas no presente é que
estariam nossos corações!

Se eu criasse um mundo, seria
só de absurdos
O céu seria uma certeza,
e o sol passearia comigo
no parque
Todos teríamos um
olhar diferente!

Nossas emoções
seriam puras,
nossos sentimentos declarados
nossas memórias sempre
vivas!!
Que absurdo,
Se eu criasse um mundo…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: