quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Plataforma Eosolar revela potencial eólico e solar como fontes de energia renovável no Maranhão

Publicado em 15 de março de 2022, às 16:12
A plataforma, que tem parceria da UFMA, revela dados técnicos sobre o potencial de geração de energia solar e eólica no estado, abrindo portas para novos investimentos
Fonte: Assessoria de Comunicação da Equatorial

A Equatorial Energia lançou nesta segunda-feira (14/03), a Plataforma Eosolar, um Atlas Digital Interativo que reúne de forma inédita os estudos e informações sobre o potencial de geração de energia renovável (eólica e solar) que o Maranhão possui, associado a outros importantes indicadores estratégicos desse segmento.  

Com foco no incentivo à inovação, sustentabilidade e geração de energia limpa, a plataforma interativa 100% digital foi disponibilizada para acesso online e gratuito a partir de 14/03, e foi desenvolvida por meio de um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Equatorial Energia em parceria com a Agência Nacional de Energia (ANEEL) e a Gera Maranhão. O projeto teve início em agosto de 2020 e tem duração de 30 meses, com atualizações de dados técnicos e pesquisas científicas ao longo desse período.  

O potencial eólico e solar do Maranhão que foi mapeado, avaliado e medido, está disponível na Plataforma Eosolar no endereço: https://eosolar.equatorialenergia.com.br/. Neste ambiente estão as informações técnicas em relação aos recursos eólicos e solares existentes no estado. A partir dele, profissionais e investidores do setor de energias renováveis, em qualquer parte do Brasil e do mundo, terão acesso facilmente aos dados sobre as áreas que possuem potencial para geração de energia limpa e sustentável em todo território maranhense, além de outros indicadores que facilitarão a tomada de decisão para investimentos em novos empreendimentos em renováveis no estado.  

O projeto utiliza tecnologia de ponta, através de equipamentos inovadores para realização de medições locais e os dados colhidos serão fundamentais para garantir a confiabilidade e assertividade das informações disponíveis na plataforma, que também contribuirá para fomentar a economia local, ampliar a qualidade de vida da população, além de ser de grande relevância para a comunidade científica. 

O Eosolar conta com a parceria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), que coordenou o projeto de pesquisa. Na plataforma há mapas, dashboards com informações gerais do estado, dados meteorológicos e territoriais, dentre outras informações. O professor e coordenador do projeto, Denisson de Oliveira, destaca que “nos mapas interativos as pessoas podem clicar em determinado ponto do estado e verificar os dados, tanto de velocidade de vento e direção de vento predominante, quanto os dados solarimétricos de radiação média naquela região. Compila informações de fontes paralelas externas, como o índice de desenvolvimento humano, a infraestrutura elétrica disponível no local de forma a completar esses dados, possibilitando que o investidor avalie, não só se aquele local tem um potencial grande de inovação, mas se ele tem infraestrutura necessária também para implantação de um empreendimento”, explica Denisson.  

De acordo com a Superintendente Adjunta da ANEEL, Carmen Sanches, “Os projetos de P&D envolvem uma rede de interação das empresas do setor elétrico com a academia, setor público, indústria e investidores, dentre outros que poderão contribuir para propor soluções para os desafios tecnológicos do setor.  O projeto Eosolar, com seu caráter inovativo de criar oportunidades de investimento futuros em energia renovável no estado do Maranhão, pode fornecer a base para novos negócios, novos empregos e aumento da produtividade, levando à criação de riqueza e bem-estar econômico, como uma alavanca essencial para responder a desafios sociais, ambientais e econômicos e gerar um desenvolvimento sustentável e inclusivo, no estado e no país”, explicou Carmen. 

Para o Vice-Governador do Estado do Maranhão, Carlos Brandão, este foi um momento histórico para o Maranhão. “A gente tem hoje um portfólio de investimento para energia limpa, renovável que é o futuro do Brasil e do mundo. Portanto é uma data histórica porque a partir de hoje qualquer empresário que queria investir no nosso estado tem os estudos prontos para saber onde é melhor o investimento para energia solar e eólica. É um avanço muito grande, não tenho dúvidas, “ enfatizou o Vice-Governador Carlos Brandão.  

As energias renováveis contribuem com a diminuição do lançamento de gases de efeito estufa (GEE) e por meio do Eosolar, os estudos e pesquisas sobre a implementação de energia solar e eólica no estado serão fortalecidos, contribuindo diretamente para a matriz de energia limpa no Brasil. A iniciativa é uma contribuição direta a Agenda 2030 e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, do qual somos signatários, em especial os ODS 07 e 13: Energia Acessível e Limpa e Ação Contra a Mudança Global do Clima.  

De acordo com o CEO do Grupo Equatorial, “Com foco no desenvolvimento sustentável, o Grupo tem expandido investimentos em pesquisas e empreendimentos no ramo das energias limpas, que vêm somar a uma necessidade crescente de empreendedores com visão sustentável. Nossa atuação em energia renovável tem sido um dos destaques da nossa evolução. O Eosolar reforça esse compromisso de gerir com responsabilidade e eficiência os nossos negócios,” destaca Augusto Miranda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: