terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Câmara de Vereadores de Imperatriz organiza audiência pública sobre a criação da nova universidade federal do Maranhão

Publicado em 21 de outubro de 2021, às 9:17
Docentes, técnicos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e representantes de diversas entidades da região foram convidados a participar da audiência.
Fonte: Redação – Edigeny Barros

Pela primeira vez, a Câmara Municipal de Vereadores de Imperatriz promoverá uma audiência pública para discutir a criação da nova universidade federal do Maranhão, nesta sexta-feira (22), às 14h. A audiência foi proposta pelos vereadores Fabio Hernandez (PP) e Ricardo Seidel (PSD), em apoio ao projeto que já está tramitando no Senado Federal, de autoria do senador Roberto Rocha (PSDB). O Maranhão é um dos três estados do Nordeste e um dos oito da federação brasileira que possui apenas uma única universidade federal para atender a sua população, estimada em 7.075.181 habitantes, de acordo com o último censo do IBGE (2010).

Docentes, técnicos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e representantes de diversas entidades da região foram convidados a participar desta audiência pública, no sentido de ampliar a discussão para que a nova universidade seja criada de modo a integrar três campi já existentes da UFMA no estado: Balsas, Grajaú e Imperatriz, que contabilizam 18 cursos de graduação, nas áreas de Humanas, Sociais, Tecnológicas, Agrárias e Médicas, cinco cursos de mestrado e um de doutorado. 

Para o professor Marco Antônio Gehlen, integrante do Movimento Nova Federal do Maranhão, este é um importante passo para a luta da comunidade acadêmica e sociedade em geral, que anseia por mais independência na instância do ensino superior público federal no Maranhão. “Queremos ampliar o debate e fazer com que os três campi possam, de forma unificada, nascer como uma nova universidade, porém com mais independência, podendo escolher o seu destino e suas aptidões, escolher para onde e como crescer, além de contemplar outros municípios no futuro. O Maranhão é um estado muito grande! Considerando que São Luís deve resolver tudo pra nós, muitas vezes, torna-se praticamente impossível que sejamos atendidos em todas as demandas”, ressalta.

A proposta é um desejo antigo da comunidade acadêmica e sociedade em geral, desde os anos 90, das regiões sul-sudoeste do Maranhão por autonomia. Para fortalecer esta luta, docentes, técnicos e coordenadores de diversos cursos e campus organizaram o Movimento Nova Federal do Maranhão, que é um projeto apartidário e de luta, criado em 20 de julho de 2020, com formação de comissões para pesquisas e levantamentos de documentos e legislações, comissões políticas e de comunicação, bem como ações para cobrar e/ou apoiar projetos que atendam toda a comunidade acadêmica. Entidades da sociedade civil também apoiam o movimento.

Segundo membros do Movimento Nova Federal do Maranhão, recentemente, o projeto tido como mais adiantado e com possibilidade real de sair do papel é a proposta do senador Roberto Rocha (PSDB), que criou o Projeto de Lei do Senado n° 505, de 2017, que defende a criação da universidade denominada por ele como UFAMA (Universidade Federal da Amazônia Maranhense). O senador é visto como o principal articulador junto ao Executivo Federal para a criação da nova universidade e ele também irá participar da audiência pública na Câmara Municipal de Imperatriz no dia 22 de outubro. 

Devido à demanda de uma solução orçamentária, é fundamental o apoio das entidades civis e do Poder Executivo e o alinhamento com o Poder Legislativo. Para concretizar esse anseio, a Comissão do Movimento tem levantado modelos universitários no mundo e nas novas universidades recentemente criadas e/ou desmembradas no Brasil para encontrar um modelo mais ajustado ao cenário sul-sudoeste do estado e às características e demandas regionais.

Ações

No início deste mês de outubro, mais de 50 entidades representativas dos municípios de Imperatriz, Grajaú e Balsas, juntamente com a Comissão Executiva do Movimento Nova Federal Maranhão, assinaram um abaixo-assinado que defende a criação da nova universidade federal do Maranhão e encaminharam o documento aos senadores e deputados federais da bancada maranhense e vereadores de Imperatriz, Grajaú e Balsas. A intenção é buscar apoio legislativo para o projeto de criação de uma nova universidade nesta região.

Em setembro de 2020, o Conselho Universitário da UFMA também demonstrou-se favorável ao projeto de criação da nova universidade federal do Maranhão, com uma moção de apoio. Na prática, foi oficializado o posicionamento da instituição perante a sociedade civil, incluindo o apoio do reitor Natalino Salgado, maior representante da UFMA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: