terça-feira, 26 de outubro de 2021

Dia Internacional do Farmacêutico: conheça o mercado e a área de atuação desse profissional

Publicado em 24 de setembro de 2021, às 18:30
Com mais de 70 frentes de atuação, a profissão está em crescimento e oferece ótimos salários.
Fonte: Assessoria – Faculdade Pitágoras

No dia 25 de setembro é comemorado o Dia Internacional do Farmacêutico. Pertencente a área da saúde, a profissão vem crescendo cada vez mais. Segundo uma pesquisa da Educa Insights e divulgada pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), o curso de Farmácia está entre os seis dos 15 cursos mais buscados pelos estudantes. 

De acordo com o farmacêutico e professor do curso de Farmácia da Faculdade Pitágoras, Bruno Marinho, a pandemia trouxe mais visibilidade aos cursos da saúde. “O farmacêutico já é protagonista na saúde em geral, mas no combate à pandemia, nós fomos importantes no diagnóstico, notificações, tratamento, acompanhamento, distribuição e produção de insumos e medicamentos”, destaca.  

O especialista ressalta a importância da assistência farmacêutica para a população no cenário pandêmico. “Esse trabalho resultou na contribuição para salvar muitas vidas, entre outras  funções que fazem parte das nossas atribuições. Nos momentos mais difíceis os grandes profissionais prevalecem, a profissão cresceu, se tornou mais conhecida e com certeza será mais valorizada”, pontua. 

Sobre as oportunidades de carreira, o professor conta que de acordo com a Resolução do CFF nº 572, de 25 de abril de 2013, as especialidades farmacêuticas são agrupadas 10 linhas de atuação: alimentos; análises clínico-laboratoriais; educação; farmácia; farmácia hospitalar e clínica; farmácia industrial; gestão; práticas integrativas e complementares; saúde pública e toxicologia. “Hoje, para efeito de registro de certificados e títulos na carteira profissional, estão previstas 135 especialidades”, acrescenta. 

Em relação à remuneração e jornada de trabalho, o professor conta que o profissional Farmacêutico no Maranhão tem como salário base, o valor de R$ 2.731,53 desde 2019. “A previsão é para aumento salarial nos próximos meses, sendo o menor valor que este poderá receber, segundo o sindicato da categoria no estado, com a carga horária estabelecida pelo acordo com a empresa. Claro, que quanto mais este profissional se capacitar, mais a possiblidade de aumento salarial. A profissão tem a possibilidade de trabalhar em mais de um lugar, aumentando a sua carga horária e consequentemente a remuneração”, complementa.  

Para trazer mais informações, o especialista listou cinco pontos superinteressantes sobre a profissão. 

A profissão é indispensável  

A presença do profissional farmacêutico é obrigatória em inúmeros estabelecimentos como indústrias, laboratórios, farmácias comerciais e de manipulação, assim como em hospitais e outras áreas de grande importância para a saúde. 

Empregabilidade e crescimento 

O mercado da indústria farmacêutica vem passando por um processo de internacionalização de suas operações, ou seja, as grandes multinacionais passaram a investir em outros países além de suas sedes centrais. Em 2019, a revista Forbes destacou que o setor estava entre os 10 mais lucrativos do mundo. Além disso, segundo um levantamento realizado pela empresa IQVIA, o Brasil é o 6º maior mercado farmacêutico do mundo, atrás dos Estados Unidos, China, Japão, Alemanha e da França. 

Ensino e Pesquisa 

O setor farmacêutico é um dos que mais investe em pesquisa e desenvolvimento no mundo. E a pesquisa, principalmente aqui no Brasil, está muitas vezes vinculada à docência. Aliar sala de aula e projetos científicos promove integração, desenvolvimento e avanços na ciência. 

Atuação internacional 

As fronteiras para o profissional farmacêutico parecem ficar pequenas mediante tantas possibilidades. E atuar fora do Brasil é uma delas, afinal, já sabemos que a indústria e a pesquisa permitem isso. 

Referência no combate ao COVID-19 

A atual pandemia do novo coronavírus trouxe muitos desafios para a área da saúde e, com eles, a busca pela ciência de ponta e tecnologias capazes de acelerar o processo de controle da doença. Além disso, desde 2018 o farmacêutico está habilitado para trabalhar na especialidade de vacinação, área que vem ganhando cada vez mais espaço e que chegou para ficar. Muitos farmacêuticos têm se destacado pelo engajamento no combate ao coronavírus em estudos e descobertas que envolvem vacinas, imunobiológicos, testes diagnósticos e tantos outros domínios. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: