sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Espaço d@s estudantes – por Hérika Almeida #004

Publicado em 9 de janeiro de 2021, às 11:07
Foto da autora

JÚLIA JENIFER BRIANTE: A CRONISTA QUE AMA METÁFORAS

Júlia Jenifer Briante tem 20 anos e é acadêmica do 4° semestre de Jornalismo, no Centro Universitário Unifasipe, na cidade de Sinop – MT. Há um ano faz parte da equipe de produção de Jornalismo do Grupo Roberto Dorner de Comunicação, afiliada SBT em Sinop. Hoje ela nos apresenta uma texto em formato de carta, o qual descreve o romance de uma adolescente. Confira esse desabafo e se permita viajar nos singelos detalhes dessa paixão.  

PEQUENO ICEBERG

Oi, só passando para me explicar. Entrei tão cheia de mim nisso, no entanto, dormir com você foi um erro. Porque eu absorvi todos os tipos de cheiros que você tem. Enrosquei meu coração nos seus cabelos que nem percebi. Porém, o seu passado mais do que te condena. E por mais que diga “NÃO”, eu sinto que não é sério. Talvez eu te perca nos meus pensamentos e paranoias, mas o fato é que eu não consigo entender como alguém poderia não gostar de você? Como ela ainda não está apaixonada por você? Ela não seria humana se olhasse para os seus lábios e não quisesse te beijar. O que te irrita é fofo. Conversaria com você até de madrugada e iria trabalhar no outro dia mais do que descansada.  O problema aqui não é apenas o ciúme, mas também o medo. Se te conheço tão pouco e já sinto tanto e se eu gostar de ti ainda mais? 

Falei que é melhor não conversar com você, mas o meu peito sufoca e toda cantada fofa que eu vejo me lembra você. Até uma música aleatória me remete a você. Talvez eu esteja viajando, no entanto, é fato que você não sai da minha cabeça e isso está me atrapalhando. Eu olho no espelho e falo “não se importe”, mas a cada segundo que pego o celular e te vejo on-line penso em te mandar mensagem. Então, eu lembro o quanto isso pode me machucar.  Até porque só vai piorar né? Pois quando eu vir o sorriso no seu rosto estando sem mim, vou ficar feliz por você e triste por mim.

Eu não queria ter razão eu queria ter você. Mas vou precisar me contentar apenas com ela. Afinal, a minha intensidade é só minha, não faz parte de você. Eu me sinto mal por tanto sentimento, mas fazer o quê se sou uma romântica maluca que acredita que as pessoas imperfeitas são as mais apaixonantes.

Só queria deixar meu orgulho de lado e viver o momento, não posso te perder por uma estupidez. Mas eu sou louca, você não tem motivos para gostar de mim. E depois desse desabafo eu gostaria de declarar que seu passado e a sua convivência constante com ela não me fazem bem. Eu não me faço bem.  O jeito é te esquecer e me tornar a minha prioridade.

Uma resposta em “Espaço d@s estudantes – por Hérika Almeida #004”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: