sexta-feira, 19 de julho de 2024

Começa o Festival Guarnicê de Cinema 2022 – Edição 45

Publicado em 22 de setembro de 2022, às 20:13
Fonte: Assessoria de Comunicação da DAC-UFMA
O Festival Guarnicê é uma ação da Proec/Dac/Ufma. Imagem: Divulgação.

O tradicional Festival Guarnicê de Cinema, maior evento do audiovisual maranhense e o quarto mais antigo festival de cinema do país, dará início a sua 45° edição nesta sexta-feira. Entre os dias 23 e 30 de setembro, quase 300 filmes serão exibidos. A maior parte da programação será disponibilizada de modo presencial e virtual, simultaneamente. Algumas obras terão exibição exclusivamente presencial e outras exclusivamente virtual.

Toda a programação do festival pode ser acessada neste link:

https://guarnice45.ufma.br/

Essa é a terceira edição consecutiva em que o Guarnicê promove a sua programação de modo híbrido, dividindo as suas atividades presenciais entre os teatros de São Luís e as virtuais entre o site guarnice.ufma.br e o aplicativo Cine Guarnicê. No formato online, o festival realiza as suas exibições na plataforma Eduplay, desenvolvida pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Os avanços tecnológicos, no entanto, não fizeram com que o Guarnicê esquecesse a tradição. Realizado desde 1977 pela Universidade Federal do Maranhão e hoje sob a organização da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (Proec), o festival carrega no nome a intimidade com a cultura popular maranhense. O termo “Guarnicê’’ faz referência ao momento de preparação dos grupos de bumba meu boi, antes da entrada nos terreiros.

Guarnicê 2022 ocorre em formato híbrido entre os dias 23 e 30 de setembro, com patrocínio da Equatorial Energia, Governo do Maranhão e SECMA por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, além de apoio do Sebrae por meio do movimento Mobiliza SLZ.

O Guarnicê 2022 também conta com apoio da  Associação Maranhense de Desenvolvedores de Jogos Eletrônicos (AMAGAMES), Assembleia Legislativa do Maranhão, Astral Games, Bulldog Burguer, Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Eduplay,  Escola de Cinema do IEMA, Fundação Sousândrade, Prefeitura Municipal de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Rádio Universidade, SESC, Teatro João do Vale e TV UFMA, além de cobertura do Site Volts.

CERIMÔNIA DE ABERTURA – A abertura do Festival Guarnicê de Cinema ocorre nessa sexta-feira (23) no Teatro Napoleão Ewerton – SESC (Avenida dos Holandeses, Qd 04,Jardim Renascença II) a partir das 19h.

A edição 45 do Guarnicê terá início com uma exibição histórica. O filme “Marte Um’’, representante do Brasil no Oscar, foi escolhido para abrir o festival. A sessão contará com a presença do ator Carlos Francisco, um dos protagonistas da obra. O longa dirigido por Gabriel Martins e produzido pela Filmes de Plástico possui classificação indicativa de 16 anos e terá uma única exibição no Guarnicê, exclusivamente presencial.

Os ingressos para a cerimônia de abertura podem ser retirados a partir das 17h na bilheteria do Teatro Napoleão Ewerton – SESC. 140 lugares estarão reservados para convidados e 100 estarão disponíveis para o público. O evento é sujeito à lotação.

Os bilhetes que ocasionalmente não forem distribuídos para convidados serão direcionados para o público. As portas do teatro abrem às 18h e não será permitida a entrada após às 19h, horário de início do evento.

A abertura do festival também contará com homenagem à artista visual Marlene Barros, programadora cultural da Diretoria de Assuntos Culturais da UFMA, e homenagem póstuma à Geraldo Sarno, roteirista e diretor baiano, realizador de obras como “Sertânia’’, filme que recebeu o título de melhor longa-metragem nacional no Guarnicê 2020.

A atração cultural fica por conta da Companhia Encantar, grupo que por meio de danças folclóricas propõe uma viagem sobre a cultura popular maranhense.

Ator Carlos Francisco, representante do filme de abertura. Imagem: Divulgação.

PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL – A abertura e o encerramento do festival (dias 23 e 30, respectivamente) ocorrem no Teatro Napoleão Ewerton – SESC (Avenida dos Holandeses, Qd 04,Jardim Renascença II).

No final de semana, dias 24 e 25, toda a programação do evento fica concentrada no Teatro João do Vale (Rua da Estrela, 282, Centro). Nessas datas, serão exibidos videoclipes e filmes de longa e curta-metragem, nacionais e maranhenses. Todas as obras exibidas no Teatro João do Vale fazem parte das mostras competitivas, que concorrem à premiação.

Entre os dias 26 e 29, o festival divide as suas exibições entre o Teatro Napoleão Ewerton (onde ocorrerão mostras paralelas e sessões da mostra Faz Todo Sentido, voltada para pessoas com deficiência) e o Cineteatro Aldo Leite (Palacete Gentil Braga, Rua Grande, 782), que receberá mostras especiais e competitivas.

Toda a programação do festival é gratuita. Para participar, basta que o espectador compareça à bilheteria meia-hora antes da sessão de seu interesse. As datas e os horários de exibições dos filmes podem ser consultados no site guarnice.ufma.br.

PROGRAMAÇÃO ONLINE – No caso das mostras competitivas, no mesmo dia em que forem exibidos presencialmente, os filmes estarão disponíveis na plataforma guarnice.ufma.br a partir das 17h30 até às 18h do dia seguinte, contabilizando um período de 24 horas e 30 minutos de exibição online.

Para as mostras competitivas que possuem júri popular, os filmes estarão com votação aberta na plataforma e no aplicativo Cine Guarnicê das 17h30 do dia em que foram exibidos presencialmente até às 12h do dia seguinte. A votação ocorre por meio do site guarnice.ufma.br e do aplicativo Cine Guanicê.

Já as mostras paralelas, compostas por filmes que não concorrem à premiação, ficarão disponíveis de modo online entre sábado (24) e quinta-feira (29).

MOSTRAS ESPECIAIS – Um dos destaques do Festival Guarnicê de Cinema 2022 – Edição 45 é a Mostra Internacional Portuguesa, realizada em parceria com o Festival de Avanca, dirigido pelo professor do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, Antonio Valente. Ele também dirige o cineclube local e produz filmes de ficção, documentários e animação, inclusive tendo lançado o primeiro longa-metragem de animação português. Esse intercâmbio entre Maranhão e Portugal resultará na entrega do prêmio especial “Avanca-Guarnicê”. Dois filmes serão contemplados, um maranhense e um nacional.

A mostra terá duas sessões no Cineteatro Aldo Leite (Palacete Gentil Braga, Rua Grande, 782) na terça-feira (27) e quarta-feira (28), sempre a partir das 13h30. Confira os filmes que compõem a programação.

Outro destaque é a Mostra Mavam, realizada em parceria com o Museu da Memória Audiovisual do Maranhão (MAVAM), com a finalidade de contribuir com a preservação da memória do cinema local. A mostra é composta por 20 filmes e terá exibição online entre os dias 26 e 29 de setembro.

Além disso, o festival promoverá uma mostra em homenagem à Geraldo Sarno, intitulada ‘’de Viramundo à Sertânia’’. A mostra teve curadoria de Rayssa Coelho e Euclides Mendes, membros da equipe do site ‘’Linguagem do Cinema’’, que foi idealizado pelo próprio Geraldo Sarno e contém boa parte de sua filmografia, além de materiais exclusivos. ‘’De Viramundo à Sertânia’’ é composta por Viramundo, Dramática Popular, Viva Cariri!, A Cantoria, Coronel Delmiro Gouveia, Eu Carrego um Sertão Dentro de Mim, A Terra Queima, Tudo Isto me Parece um Sonho, o Último Romance de Balzac e Sertânia.

Em parceria com a Secretaria Municipal de Turismo, o Guarnicê também promoverá a mostra CineTur, com exibição presencial no Cineteatro Aldo Leite na segunda-feira (26) a partir das 13h30 e online entre os dias 26 e 29.

O festival também contará com sessões convidadas dos filmes: O Prédio (André Luiz de Bragança), Autodeclarado (Maurício Costa) e Espero que Esta te Encontre e que Estejas Bem, lançamento da diretora e montadora pernambucana Natara Ney.

JÚRI – A Edição 45 do Festival Guarnicê de Cinema contará com seis jurados para a avaliação técnica dos concorrentes de suas mostras competitivas. As mostras são divididas entre nacionais, com as disputas de longas e curtas-metragens, e maranhenses, que englobam as competições de longas e curtas maranhenses, além das mostras de videoclipes, reportagens audiovisuais e filmes publicitários. Os vencedores das principais disputas contarão com premiação em dinheiro, além de receber o tradicional Troféu Guarnicê.

Este ano, as obras que participam de disputas competitivas totalizam 79 produções, sendo 29 indicadas nacionais e 50 maranhenses. Além das categorias de avaliação técnica, o festival também promove o júri popular, com votação no site guarnice.ufma.br e aplicativo CineGuarnicê.

Os jurados estão divididos em duas comissões de três integrantes cada. O denominado júri nacional está encarregado de avaliar as obras que competem nas Mostras Competitivas Nacionais de Longas e Curtas, enquanto o júri maranhense direciona o foco para as produções que disputam as Mostras Competitivas Maranhenses de Longas, Curtas, Videoclipes, Reportagens Audiovisuais e Filmes Publicitários.

O júri nacional deve premiar o melhor filme-longa metragem e o melhor filme curta-metragem nacionais com o Troféu Guarnicê e premiação em dinheiro de R$20.000 e R$10.000 dedutíveis de impostos, respectivamente. Já o júri maranhense é responsável por atribuir o Prêmio Assembléia ao melhor filme realizado por maranhenses e/ou sobre o Maranhão com premiação em dinheiro de 10 salários mínimos dedutíveis de impostos, consideradas as categorias Melhor Filme Curta-metragem Maranhense, Melhor Filme Longa-metragem Maranhense e Melhor Filme Longa ou Curta-metragem Maranhense eleito por Júri Popular.

Com a pandemia, o Guarnicê se reinventou e agora tem exibições presenciais e online. Imagem: Divulgação.

AÇÕES FORMATIVAS – As tradicionais ações formativas do Festival Guarnicê de Cinema marcam presença na edição 45. O evento vai disponibilizar oficinas de crítica e direção cinematográfica, dois minicursos, uma programação de jogos digitais e vagas para ouvintes no seminário “Ciência Cine Guarnicê’’.

A Diretora de Assuntos Culturais da UFMA e Coordenadora do Guarnicê, Rosélis Barbosa Câmara, afirma que “o fato de que o Guarnicê é realizado por uma universidade pública, a UFMA, reforça o compromisso do festival com a formação das pessoas e o desenvolvimento do mercado cinematográfico maranhense’’.

Os minicursos “O Gênero de Horror: Monstrologia e Narrativas Fílmicas do Abjeto’’, ministrado pela cientista social Marina Fuser, e “Se Preparando para a Indústria do Audiovisual’’, ministrado pelo ator André Luiz de Bragança, serão totalmente presenciais, no Palacete Gentil Braga (Rua Grande, 782) entre os dias 26 e 30 de setembro.

CIÊNCIA CINE GUARNICÊ – Um dos destaques das ações formativas do festival é o seminário “Ciência Cine Guarnicê’’, que será realizado entre os dias 27 e 29 de setembro. Os três dias de programação terão o mesmo formato: pela manhã, de 10h às 12h, serão realizadas conferências no Palácio Cristo Rei com transmissão ao vivo no canal do Guarnicê no Youtube.

O Seminário está na segunda versão, agora em formato híbrido. Imagem: Divulgação

Pela tarde, a partir de 14h, os pesquisadores inscritos no seminário apresentarão seus trabalhos por meio do Google Meet. Cada dia de evento terá um grupo de trabalho (GT) distinto. O tema do primeiro GT é “Cinema e Memória”, do segundo “Cinema e Técnica” e do terceiro “Cinema e História”.

No dia 27, a doutora em Ciências Sociais e professora do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Milene de Cássia, apresenta a conferência de abertura do seminário, com o tema “O Valor da Memória Para o Audiovisual’’. A mediação será do Vice-reitor da UFMA, Marcos Fábio Belo Matos.

No dia 28, a produtora de obras como ‘’De Repente Drag’’ e ‘’Aquarela’’, Sheury Manu, apresenta a conferência ‘’Produção Executiva para Cinema’’, com mediação da escritora, pesquisadora e também produtora, Marla Silveira.

No dia 29, o professor do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro e diretor do festival de cinema português ‘’AVANCA – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimídia’’ apresenta a conferência de encerramento, com o tema ‘’Panorama do audiovisual em Portugal’’ e mediação do cineasta Francisco Colombo.

PROGRAMAÇÃO DE JOGOS DIGITAIS – Como formato que ganha cada vez mais adeptos, os jogos digitais também estão presentes no Guarnicê. Com o objetivo de ampliar e fortalecer os cenários regionais do audiovisual, o festival reedita a parceria firmada com a Associação Maranhense de Desenvolvedores de Jogos (AMAGAMES).

Para a edição atual, o Guarnicê traz ações de caráter formativo, sob o comando de desenvolvedores com experiência na área. Serão ofertadas duas oficinas online voltadas para a produção e o desenvolvimento de jogos, além de uma roda de conversa com o tema “Criação de Jogos com Temáticas Regionais”, que será realizada presencialmente no Espaço Volts com transmissão ao vivo nos canais do Youtube do festival e do Site Volts.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Nós, do site Região Tocantina, queremos desejar, a todos os nossos leitoras e nossas leitoras, um FELIZ NATAL, repleto de fé, alegria, paz, saúde e felicidade.

E que as comemorações possam realçar nossos melhores e duradouros sentimentos.

FELIZ NATAL!

Publicidade