quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Saúde dos Rins para Todos: Educando sobre a Doença Renal

Publicado em 11 de março de 2022, às 8:47
Natalino Salgado Filho – Médico Nefrologista e Reitor da UFMA.
Imagem: Ufma

Um importante indicador de saúde renal e ainda bastante desconhecido de grande parte da população é o exame mencionado, um dos melhores diagnosticadores precoces de problema na área. Nesta segunda quinta-feira de março, quando se comemora o Dia Mundial do Rim – esse órgão que exerce funções excretórias, regulatórias e endócrinas – chamo a atenção para a necessidade de se atentar para esta importantíssima questão de saúde médica.

Pesquisas recentes vêm apontando um aumento exponencial da ocorrência do adoecimento do rim em todas as faixas de idade da população, com uma agravante: cerca de 70% dos acometidos descobrem a doença tardiamente, ou seja, quando a função renal de filtragem, que é a mais conhecida da população, encontra-se em estado crônico grave. Estima-se que mais de 10% da população tenha doença renal crônica. No Brasil, ultrapassa os 20 milhões de indivíduos acometidos. Entre as causas: diabetes, hipertensão arterial, cálculos, nefrites, medicamentos nefrotóxicos(antibióticos, anti-inflamatórios), ambiente e estilo de vida que incluem obesidade, vida sedentária, traços familiares, dislipidemia tabagismo e o envelhecimento da população.

A solução passa pela adoção conjunta de esforços por parte de profissionais que atuam na área e também da sociedade em ações de prevenção, tratamento, mas, sobretudo, no acesso à informação. Volto à ideia inicial: eleger o exame da creatinina – tão necessário e mais importante que o colesterol – é uma medida indispensável. Lembre-se: cuidar dos rins é viver mais e de forma saudável. Não esqueça! Dose a sua CRETININA NO SANGUE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: