terça-feira, 26 de abril de 2022

UFMA TEM ELEIÇÕES REMOTAS MARCADAS PELA INOVAÇÃO E TRANSPARENCIA

Publicado em 17 de fevereiro de 2022, às 9:35
Fonte: Diretoria de Comunicação da Ufma

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) realizou, no dia 28 de janeiro, o processo de consulta pública para escolher os diretores de centro e as eleições para chefes de departamento e coordenadores de curso. Os diretores têm mandato de 4 anos e os coordenadores e chefes, de 2 anos.

O processo eleitoral foi realizado em todos os nove câmpus da UFMA – São Luís, Pinheiro, Chapadinha, São Bernardo, Codó, Bacabal, Grajaú, Imperatriz e Balsas. Ao todo, compareceram 26.992 eleitores: 24.566 discentes, 1887 docentes e 539 técnicos administrativos.

Disputaram os cargos 129 candidatos, sendo 22 para diretor de centro, 38 para chefes de departamento e 69 para coordenadores de curso.

Essa foi a primeira eleição que a UFMA realizou de forma totalmente remota, por causa do cenário atual da pandemia da covid-19. Ela foi preparada pela Superintendência de Tecnologias da Informação (STI): “Adequamos este processo ao momento em que estamos vivendo, com eleições on-line. Para isso, elaboramos um sistema de votação on-line integrado aos nossos Sistemas de Gestão, com tecnologia avançada de criptografia, para garantir transparência e confiabilidade da votação à apuração, com um portal de acompanhamento em tempo real e o resultado dado duas horas depois de encerrada a votação”, afirmou Anilton Maia, superintendente da STI.

Na prática, a UFMA adotou o sistema Helios Voting, que permite a votação por smartphone, tablet ou computador. Ele conta com uma cabine de votação on-line que controla o início e o término da eleição, uso de senhas para cada voto e acesso pelos sistemas SGRH (para servidores) e SIGAA (para discentes). Possui ainda forte aspecto de privacidade, rastreabilidade e comprovação, sendo utilizado por várias instituições e universidades federais.

Também foi criado um Portal das Eleições, que serviu de repositório das normativas que geriram o processo, dos tutoriais de como votar e dos resultados finais. Você pode ter acesso a ele aqui: eleição.ufma.br.

RENOVAÇÃO – A consulta pública para o cargo de diretor de centro renovou metade dos atuais nomes. Foram reeleitos os diretores e diretoras do Centro de Ciências Básicas e da Saúde (CCBS), Centro de Ciências Sociais (CCSO), Centro de Ciências de Balsas (CCBA), Centro de Ciências de Codó (CCCO), Centro de Ciências Humanas, Naturais, Saúde e Tecnologia (CCHNST). Foram renovados os gestores e gestoras do Centro de Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET), Ciências Humanas (CCH), Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia (CCSST), Centro de Ciências Agrárias e Ambientais (CCAA), Centro de Ciências de Grajaú (CCGR), Centro de Ciências, Educação e Linguagens (CCEL-Bacabal), Centro de Ciências de São Bernardo (CCSB). A relação completa está na tabela abaixo.

Para o professor Leonardo Hunaldo, eleito para o CCSST, a renovação também traz com ela uma grande responsabilidade: “Fomos eleitos com quase 75% dos votos da comunidade da UFMA de Imperatriz. Isso nos dá uma imensa alegria em ser aceito pelos colegas e, com ela, o senso de responsabilidade para fazer uma gestão que atenda aos anseios de todos: alunos, técnicos e professores”, explicou.

PROCESSO – O processo foi iniciado em 13 de dezembro, quando, na reunião do CONSUN, foram aprovadas as normas e escolhidos os membros da Comissão Eleitoral, que cuidou de todo o processo. No dia 22 de dezembro, a Comissão Eleitoral divulgou o edital das eleições. Quinze dias depois, foram iniciadas as inscrições. A campanha se deu de 19 a 27 de janeiro.

Todas as ações foram feitas em formato remoto, culminando na eleição e apuração em tempo recorde. “Fizemos tudo da forma mais democrática possível. Nossa comissão eleitoral foi formada com representantes de todos os segmentos da UFMA: alunos, professores e técnicos, além das entidades sindicais. Tivemos uma grande preocupação em divulgar ao máximo todas as nossas ações, para dar a mais ampla publicidade. E também fizemos uma campanha para ensinar as pessoas a votar, já que se tratava de uma eleição totalmente virtual, pela primeira vez ocorrida na nossa Universidade. Penso que o saldo reflete o desejo de todos os centros e cursos e simboliza uma participação bastante ativa”, afirmou o presidente da Comissão Eleitoral, professor Leonardo Soares, que também é Pró-Reitor de Assistência Estudantil.

Para o reitor Natalino Salgado, o processo de eleição e consulta pública deixa um legado de participação popular na eleição, de transparência dos atos da gestão e de inovação que veio para ficar: “A UFMA investiu, desde que chegamos à reitoria, muito fortemente, em tecnologia da informação e comunicação. Essa iniciativa da eleição 100% digital só comprova a consolidação dessa política de informatização que trouxemos para a nossa Universidade. Elas também são o símbolo da forma transparente como agimos. Afinal, a comunidade compareceu porque queria participar da escolha dos seus gestores e também porque acreditou em todo o processo”, afirmou.

O resultado oficial do processo eleitoral, publicado na segunda-feira, 7, pode ser consultado no site da UFMA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: