sexta-feira, 12 de abril de 2024

ENTREVISTA: Amilson de Araújo Durans, Carlos Jorge Taborda Macedo, Márcia Juliana D´Ângelo e Carliene do Vale: O PAPEL DO LÍDER NA ORGANIZAÇÃO

Publicado em 16 de fevereiro de 2022, às 8:36
Fonte: Da Redação
Imagem: Os autores refletem sobre o papel da liderança em meio aos comportamentos contraproducentes em uma organização.

Região Tocantina – O que é um comportamento contraproducente?

 Os autores: É um conjunto de atos distintos com características volitivas e prejudiciais para as organizações e seus trabalhadores, sendo estudado, inicialmente, e evoluído a partir de quatro perspectivas teóricas: (i) os “desvios” de produção, de propriedade, político e de agressão pessoal; (ii) as “retaliações organizacionais”, promovidas pelas autoridades que, por praticarem tratamentos injustos, eram confrontadas como forma de redução das desigualdades; (iii) a “agressão”, motivada por raiva, estilos de atribuição, afetividade negativa, atos de vingança e exposição prévia a culturas agressivas; e (iv) a “vingança”, como noção de que o ato é uma resposta automática à injustiça.

Região Tocantina – O que provoca, na organização, um comportamento contraproducente?

Os autores – Os comportamentos contraproducentes são praticados por pessoas – líderes ou liderados e podem ter reflexos jurídicos, sociais ou financeiros para as organizações e psicológicos para os trabalhadores. 

Região Tocantina –  Quais os principais tipos de Comportamento Contraproducente?

Os autores –  Atualmente, estão catalogados mais de sessenta comportamentos contraproducentes. Em nosso estudo consideramos três por representaram altos custos jurídicos, financeiros e sociais para as organizações bem como danos psicológicos para os trabalhadores, por exemplo: a incivilidade, o narcisismo e o maquiavelismo.

Região Tocantina – Qual o papel do líder, considerando a diversidade de comportamentos numa organização?

Os autores – Desenvolver uma política de proteção da classe trabalhadora e bem-estar organizacional contra quaisquer tipos de discriminação, devendo: 

a) adotar política que iniba comportamentos discriminatórios e antissociais; 

b) praticar o que prega, visto que dá o tom para a organização e deve ser exemplo de comportamento respeitoso, valores e condutas; 

c) estabelecer normas claras com fortes valores igualitários; 

d) fazer intervenções tempestivas para influenciar a cognição e inibir o comportamento discriminatório; 

e) fazer abordagens proativas, preventivas, educacionais e treinamentos sobre habilidades interpessoais; e, 

f) desenvolver um sentimento de pertencimento organizacional.

Região Tocantina – O comportamento de um líder é mesmo capaz de influenciar uma equipe?

Os autores –  Sim!. O líder é quem dá o tom para sua organização.

Região Tocantina – Quais as características de um bom líder, nos dias de hoje?

Os autores  – Ser responsável, ser empático com seus liderados. E ainda, liderar pelo bom exemplo. “As palavras podem até encantar, mas o exemplo é quem convence”.

Região Tocantina – Como um líder pode se tornar uma força motriz na sua organização?

Os autores – Sendo íntegro, honesto e justo. Proporcionando um bom clima organizacional e gerando um sentimento de pertencimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Nós, do site Região Tocantina, queremos desejar, a todos os nossos leitoras e nossas leitoras, um FELIZ NATAL, repleto de fé, alegria, paz, saúde e felicidade.

E que as comemorações possam realçar nossos melhores e duradouros sentimentos.

FELIZ NATAL!

Publicidade