domingo, 26 de junho de 2022

Liga Maranhense de Judô realiza exame de faixa em Imperatriz

Publicado em 20 de dezembro de 2021, às 16:07
Fonte: Redação – Nícia de Oliveira

No fim de semana, a Liga Maranhense de Judô (LIMAJU) realizou o exame para faixa preta 1° ao 3° dan, encerrando as graduações do ano 2021. Um marco para a história do esporte na região, já que tradicionalmente, este nível de graduação é realizado na capital do estado, São Luís. O evento contou com a participação de 6 atletas e foi realizado na Associação Mota de Judô.

Para o sensei Paulo Mota (5° dan) a descentralização mostra o avanço do esporte na região. “A proposta da Liga Maranhense de Judô é promover o esporte em todo o estado, capacitando e fortalecendo os ensinamentos, as técnicas e principalmente, o respeito. Foi a primeira vez que uma cidade do interior do estado realizou o exame de faixa preta, assim a LIMAJU entra para a história.  Agradecemos a confiança e o apoio de todos que participaram de forma direta e indireta para que isso acontecesse”, ressaltou.

Depois da faixa marrom, o praticante se torna um graduado, ou assim por dizer um yodansha, recebendo a faixa preta e o primeiro grau ou dan, se tornando um shodan. O imperatrizense Dilemar Júnior participou do exame e conquistou o primeiro grau da faixa preta. “O sentimento é de gratidão por cada detalhe, por cada minuto que a mim foram dedicados. Realizar o exame em Imperatriz foi a concretização de um sonho e uma quebra de barreiras. Prevaleceu a competência dos participantes e da organização da LIMAJU que mostrou ser possível a realização do exame fora da capital. Sinto-me honrado e feliz”.

O exame consiste na apresentação de técnicas de projeção, ataques combinados, imobilização e outras técnicas e conceitos que são adquiridos durante a trajetória do atleta no esporte. Os avaliadores assistem à apresentação e pontuam de acordo com critérios estabelecidos. Sensei Enir Catanhede que realizou o exame para o 3° dan salientou que “eu fico muito feliz em ter participado deste momento, passei por uma lesão na coluna e conseguir ter um bom desempenho no exame foi fruto de dedicação.  Agradeço ao sensei Alex pela cooperação em São Luís durante a preparação. A realização do exame em Imperatriz foi de excelência, a Liga Maranhense de Judô tem fomentado o esporte e isso é gratificante”.

O evento em Imperatriz contou com o auxílio das tecnologias de comunicação e informação para transmissão e participação de avaliadores que estavam em outras cidades. Estiveram presentes de forma remota sensei Pinheiro (4°dan) e sensei Ricardo Borges (3° dan), ambos do Pará, e sensei Sidney (6° dan) da Paraíba.

Atletas que receberam a graduação:


Alex Sandro de Oliveira (3° dan – São Luís)

Dilemar Luiz Marra Silva Junior (1° dan – Imperatriz)

Enir Cantanhede Lima Junior (3° dan – São Luís)

Gabrielly Santos de Oliveira (1° dan – São Luís)

Marcos Fábio Santos Lima (1° dan – São Luís)

Rennan Alberto dos santos Barroso (2° dan – Balsas)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: