terça-feira, 26 de outubro de 2021

Câncer de intestino: conheça os fatores de risco e tratamentos

Publicado em 17 de setembro de 2021, às 16:33
Em Imperatriz, foram 22 casos de câncer no intestino diagnosticados em pacientes atendidos na rede pública no ano passado.
Fonte: Assessoria – Oncoradium
O câncer de intestino ou colorretal são os tumores que apresentam início no cólon e reto, principalmente. Foto: Reprodução / Internet.

O câncer de intestino atingiu quase 41 mil novos casos em 2020 no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Em Imperatriz, foram 22 casos da doença diagnosticados em pacientes atendidos na rede pública no ano passadoMas você sabe quais são os fatores de risco para o desenvolvimento dessa doença?  É importante ficar atento aos fatores de risco e, dessa forma, preveni-los ao máximo.

Primeiramente, todas as pessoas com mais de 50 anos apresentam chances aumentadas de desenvolver a doença, portanto, a idade é um dos fatores de risco consideráveis para o câncer de intestino. Além disso, os hábitos não saudáveis, principalmente relacionados à alimentação, corresponde a outro fator de risco importante. Uma dieta pobre em frutas, vegetais e alimentos com fibras, assim como o consumo excessivo de carnes processadas e carne vermelha, também aumenta o risco para esse tipo de câncer.

O histórico familiar de câncer e hábitos nocivos, como tabagismo e alto consumo de bebidas alcoólicas, também aumentam as chances de desenvolver a doença. “A anemia crônica e o surgimento de algum abaulamento no abdômen também são sinais de alerta”, afirma o cirurgião oncológico da Oncoradium Imperatriz, Gumercindo Filho.

Para prevenir o câncer de intestino é fundamental evitar todos os fatores de risco ao máximo, quando for possível. De acordo com o Dr. Gumercindo Filho, a principal prevenção é ter hábitos saudáveis, isso inclui a prática de atividades físicas, alimentação rica em frutas e verduras, a diminuição de massa corpórea e o controle no consumo de carne vermelha e alimentos multiprocessados.

O cirurgião oncológico também ressalta que o diagnóstico precoce aumenta consideravelmente as chances de cura deste tipo de tumor. Isso pode ser feito por meio de consultas médicas regulares, assim como através de exames clínicos, laboratoriais e radiológicos.

Tratamento

O tratamento para o câncer de intestino é bastante preciso e conta com o procedimento cirúrgico como tratamento inicial. A operação é feita para retirar a parte afetada do intestino, assim como os gânglios linfáticos presentes no abdome. Dependendo do caso, o tratamento também pode incluir a radioterapia associada ou não à quimioterapia, no intuito de diminuir a possibilidade de retorno do tumor. É importante considerar que o tratamento vai depender da extensão, tamanho e localização do tumor, assim como das condições gerais de saúde do paciente.

Sintomas e Diagnóstico

Embora os sintomas relacionados ao câncer de intestino sejam amplos, é fundamental investigá-los a fundo. Por isso, é importante ficar atento aos principais sintomas sugestivos do câncer de intestino, que são: presença de sangue nas fezes, dor abdominal, alternância entre prisão de ventre e diarreia e tumoração abdominal.

Para o diagnóstico preciso, é necessário realizar a biópsia, ou seja, quando é feita a retirada de um pequeno pedaço de tecido da lesão afetada para maior análise laboratorial. Nesse caso, o procedimento é feito a partir de um endoscópio introduzido pelo reto para a remoção da amostra.

A partir dos 50 anos, todos devem fazer a colonoscopia para rastrear o câncer de intestino com antecedência. No entanto, vale ressaltar que no caso das pessoas que já apresentem histórico familiar para esse tipo de câncer, é necessário fazer o rastreamento a partir dos 45 anos. “Outros exames também podem ser solicitados, como a tomografia computadorizada de abdômen e a ressonância nuclear magnética de abdômen e pelve”, finaliza o Dr. Gumercindo Filho. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: