domingo, 17 de outubro de 2021

Juliane Sousa – Mural da Literatura 004

Publicado em 7 de outubro de 2020, às 16:35
Foto: Autora

JOELMA SILVA SANTOS: A CRONISTA DO AMOR

Ler textos românticos nos traz à memória um velho amor que está ali guardado em nossas recordações mais singelas, um caso avassalador ou um amor doce que chegou e decidiu ficar.  Esses escritos nos fazem mergulhar nas mais profundas fontes desse sentimento tão marcante na história da humanidade. Partindo dessa premissa, apresento a vocês a escritora de hoje, ela possui traços românticos em sua escrita apaixonante, suas crônicas nos mostram aqueles amores ternos da juventude.

Joelma Silva Santos tem 17 anos e mora em Tocantinópolis – TO. Escreve desde os 14 anos, já publicou obras na plataforma digital Wattpad e atualmente tem uma página no Instagram @amorentrelinhass em que publica textos e poesias. A jovem autora tem o anseio de publicar um livro em breve.

1.

Eu tenho uma amiga que se apaixonava toda semana, isso mesmo cada semana era um garoto diferente, eu me perguntava “como pode uma pessoa se apaixonar toda semana?”. Ela tinha uma coleção de paixões, cada garoto tinha alguma coisa especial, tipo o João do primeiro ano que escreveu músicas lindas para ela, o Gustavo movia céus é terra para vê-la, saía na  chuva ou no sol, a pé, carro, ou  bicicleta, a paixão dele  era assim sem fronteiras e limites. Havia o Rodrigo também, ele escrevia poemas e fazia ela se sentir especial, só que não durou muito tempo, logo o Carlos apresentou um novo mundo, foi com ele que ela bebeu pela primeira vez, se divertiu bastante ficou bem louca, ele também não era grande coisa.

Após isso surgiu o Eduardo no final do 2° ano, ele era nerd e apresentou o mundo mágico da literatura. Depois ela conheceu o Lucas, ele cursava medicina,  depois de um tempo, ela descobriu que o único interesse que ela tinha era no curso de medicina, chegou o final do terceiro ano e na nossa formatura ela foi sozinha, eu perguntei “por que você veio sem companhia?” Então ela falou que não precisava deles, ela era um pássaro livre, a felicidade não estava em um status de relacionamento, antes de gostar de estar com eles, ela amava sua própria companhia.

02.

Você me mostrou a vida de uma forma diferente, me apresentou a liberdade, mostrou que eu não precisava sentir medo o tempo inteiro, sempre falava “vai lá” quando eu estava prestes a fazer uma loucura, você tava comigo quando eu chorei sem saber o que fazer da vida, você estava lá nas minhas conquistas.  Mesmo quando eu conheci outras pessoas, outros beijos e abraços, os teus ainda eram os que mais gostava. Você foi minha primeira paixão, era tudo tão puro e inocente, os dois com seus corações intactos. Só que amávamos a liberdade, não nos permitiríamos ficar presos em um relacionamento, estávamos no auge da adolescência.

Entretanto, nunca esqueci você, ou o teu sorriso, da forma como você me olha quando falo algo engraçado. Você está tão perto e ao mesmo tempo tão longe, eu vi você se apaixonando outras vezes, você namorando, eu estava lá vibrando para dar certo, porque quando você realmente ama alguém, você fica feliz com as conquistas da pessoa, mesmo ela não estando com você. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: