sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Espaço d@s estudantes – por Hérika Almeida #002

Publicado em 10 de dezembro de 2020, às 8:20
Foto: Autor

Anderson Arraes Silva é bacharel em Direito (UFMA), Especialista em Direito Militar (FAVENI) e Professor de Redação. Atualmente, é aluno do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar (APMGD/UEMA), cursando o último ano. Hoje, o Espaço do Estudante apresenta o discurso de formatura elaborado pelo Anderson, para a solenidade de promoção interna dos cadetes, momento em que os alunos sobem mais um ano de formação. Confiram!

HONRA E GLÓRIA

Penso que qualquer discurso, neste ano, deverá ser de agradecimento. Devemos ser gratos a Deus por nossas vidas, enquanto muitos de nós perderam pessoas que amam. Gratos às nossas famílias e amigos, por terem vivido conosco as excepcionalidades de 2020. Como militares, devemos ser gratos aos nossos comandantes, por não terem medido esforços para manter o CFO operando, eles sabem da importância desse curso para nossas vidas, somos gratos aos senhores, comandantes.

O sentimento de gratidão alcança patamares mais elevados, enfileirados à minha frente vejo homens e mulheres realizando sonhos. Os quais fizeram sacrifícios para estar aqui. Que enfrentaram seus limites, derrotaram seus leões, enfrentaram o impossível para muitos. Vocês são campeões! Sejam gratos por isso. Vocês são Cadetes da Polícia Militar do Maranhão, sejam orgulhosos disso. Como um grande Capitão sempre nos fala: a vossa estrela precisa ser vista brilhando do espaço. Faça a tua estrela brilhar, cumprindo os vossos deveres, sendo honrado, respeitando os pilares da hierarquia e disciplina que sustentam a nossa corporação secular!

Hierarquia e disciplina são, antes de tudo, o sustentáculo de nossa cultura institucional, a sua falta nunca permitiria que chegássemos aonde chegamos. São 184 anos de corporação, 27 anos de APMG, 4 anos e 6 meses para mim. E como esses anos me ensinaram. Ensinaram que ser policial militar é ir além da própria identidade, sou o Cadete PM 45/16 Anderson, e não apenas o Anderson filho da Dona Risalva e do Senhor Ocimar, meus primeiros comandantes, com quem aprendi o respeito aos meus superiores e a disciplina aplicada em minha vida.

Somos os melhores estudantes, somos os melhores instrutores, somos os melhores comandantes, pois somos forjados na dor e no amor. Ser o melhor exige uma postura íntegra e determinação constante, muitos serão os desafios durante o curso. Os nossos comandantes conhecem bem, os cadetes da turma mais antiga, já experimentaram quase todas, os demais cadetes estão fazendo, a seu tempo, a própria trajetória. Aos cadetes ingressantes, tenham sabedoria para acolher os conselhos, aprendam a obedecer ordens, lutem pela manutenção da hierarquia e disciplina nessa Escola de Comandantes, nada melhor do que viver esses fundamentos para mantê-los vivos.

Hoje é um dia memorável, é um dia de ação de graças e de reconhecimento aos nossos esforços, esforços coletivos, de cada um aqui presente e dos que não puderam estar. O CFO é fruto do esforço de diversos homens e mulheres comprometidos com um bem maior e hoje é dia de celebrar os frutos desses esforços. Hoje recebo minhas luvas de cadete do 4º ano, e Deus sabe o quanto eu gostaria de poder abraçar meus pais nessa manhã, olhar no fundo dos seus olhos e dizer que essa conquista é mérito deles que nunca deixaram que eu desistisse. Hoje o sol brilha mais intensamente, tentando competir com o brilho dos senhores e senhoras! Hoje galgamos um novo degrau em nossa preparação para o oficialato. Sejamos gratos, sejamos disciplinados, sejamos comprometidos, sejamos honrados, sejamos cadetes da polícia militar do Maranhão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Sites relevantes para pesquisa

Publicidade

%d blogueiros gostam disto: